«

»

May 31 2017

Dor pélvica, hiperatividade muscular

tonus muscular

Assim como podemos ter lombalgias, cervicalgias e outras dores de origem muscular, a dor pélvica pode ser resultado da tensão dos músculos do pavimento pélvico. Esta tensão pode ser primária ou decorrente de uma postura antálgica de alguma patologia prévia.

Estas mulheres apresentam, na avaliação física, uma grande tensão nos músculos do pavimento pélvico. Algumas vezes esta tensão pode ser confundida com a hipertonia muscular.

O tônus muscular é uma tensão que o músculo tem em seu estado de repouso, decorrente do estímulo que o fuso neuromuscular recebe quando o músculo é alongado. As fibras aferentes do fuso neuromuscular enviam  informações para três vias:

  • para o arco reflexo medular, que, pelo reflexo miotático, contrae as fibras desse músculo
  • para os motoreurônios gama, também na medula espinhal, que estimulam a contração das extremidades do fuso neuromuscular
  • para os núcleos da base e cerebelo, que modulam a resposta do arco reflexo medular, modulando o tônus muscular

Para que haja uma hipertonia muscular é preciso uma “falha” na modulação dos núcleos da base e cerebelo, uma lesão do sistema nervoso central.

Na grande maioria das vezes as mulheres que têm essa tensão muscular não apresentam lesões do sistema nervoso central, portanto este aumento de tensão é decorrente de uma hiperatividade muscular, uma contração excessiva desses músculos. Nesses casos o tratamento tratamento fisioterapêutico tem ótimos resultados.

Através da eletroestimulação é possível fazer uma contração involuntária da musculatura, para que a paciente possa identificar estes músculos, melhorando a percepção perineal. Através da estimulação das vias aferentes a eletroestimulação também melhora a propriocepção e normalizar a sensibilidade.

Com o biofeedback por eletromiografia ensino o relaxamento muscular. Este é um excelente recurso pois a paciente pode visualizar a atividade muscular, estas pacientes não têm a percepção de que os músculos estão contraídos, embora a eletromiografia mostre uma atividade de cerca de 20mV.

Para o alongamento muscular e trabalho miofascial utilizo a massagem perineal e o epi-no . Através da massagem perineal é possível mobilizar pontos de tensão do músculo e fazer um alongamento mais pontual . O epi-no é utilizado para fazer um alongamento muscular mais global, chegando a cerca de 20cm de circunferência.