↑ Voltar a Gravidez

Pré parto

gravida

A fisioterapia no pré parto tem o objetivo de ajudar grávida na adaptação das alterações biomecânicas e fisiológicas, para que ela possa desfrutar esta etapa tão especial com o máximo de conforto e segurança.

O PERÍNEO da grávida é preparado para suportar a sobrecarga de peso, prevenindo a incontinência urinária e fecal e os prolapsos. As grávidas com muito edema podem se beneficiar com exercícios metabólicos e drenagem linfática. Técnicas de massagens e alongamentos são utilizadas para  as dores nas costas, pescoço, pernas e ciática.

Todas as gravidas são primeiramente avaliadas para se traçar tratamento mais adequado, todo o tratamento é feito em sessões individuais e o tratamento é feito com base no protocolo Reabilitação Perineal Ativa e no Reabilitação Perineal Passiva. Para o tratamento com a grávida utilizamos cinesioterapia com biofeedback por eletromiografia, massagem perineal, epino/exercitador e mobilização pélvica.

As mulheres que desejam o parto vaginal precisam trabalhar muito o relaxamento e alongamento perineal. Os músculos do PERÍNEO são a última barreira que o bebê encontra durante o nascimento e, ao contrário do colo do útero, eles não passam pelo processo de dilatação, eles são alongados ao máximo durante a passagem do bebê.

Os objetivos da fisioterapia com a grávida são:

  • Alongamento e relaxamento dos músculos perineais.

Embora seja muito falado sobre o fortalecimento desses músculos, quando estamos preparando uma  mulher para o parto vaginal, é fundamental que estes músculos tenham uma grande capacidade
de alongamento pois a passagem do bebê leva estes músculos a 100% do seu alongamento. Ao contrário do útero, o períneo não sofre dilatação durante o trabalho de parto, por isso esse trabalho é fundamental. Com esse trabalho tentamos evitar a episiotomia ou outras lesões do PERÍNEO

  • Treinar técnicas de expulsão.

Muitas mulheres não sabem que força fazer durante a expulsão. Algumas vezes, em vez de fazer a força de expulsão, como a da evacuação, onde são usados os músculos abdominais, elas acabam contraindo a musculatura do períneo e atrapalhando o parto, visto que estes músculos fecham o canal vaginal.

  • Treinar relaxamento e respiração.

A primeira fase do trabalho de parto pode durar horas, a mulher pode não estar preparada fisicamente para isso. Esse treino ajuda à mulher a passar por essa fase de uma maneira mais tranquila e superando melhor a dor, assim terá mais energia para a fase da expulsão.

  • Fortalecer os músculos perineais.

As alterações hormonais e biomecânicas da gravidez, e o ganho de peso, são uma das causas das disfunções perineais. O fortalecimento desses músculos previne e trata a incontinência
urinária e fecal e o prolapso dos órgãos pélvicos.

O pai  pode participar das sessões para também se preparar e dar suporte à mãe.  

períneo, fisioterapia perineal, reabilitação perineal, disfunções perineais,Reabilitação Perineal Ativa, RPA,Reabilitação Perineal Passiva, RPP, Laira Ramos, incontinência urinária, gravidez,  grávida, preparação para o parto, prolapsos, algias pélvicas, parto normal, parto humanizado, epi-no, massagem perineal, expulsão, dilatação, episiotomia