Disfunção Sexual Feminina

As mulheres estão, cada vez mais, em busca de uma maior satisfação em sua sexualidade, preocupando-se em terem mais prazer e orgasmo. Algumas referem sentir dor durante a penetração.

A reabilitação perineal pode melhorar a sexualidade feminina. O primeiro benefício é um melhor conhecimento do seu corpo, aumentando a percepção corporal e perineal. Para algumas mulheres ainda há um tabu que não permite que elas conheçam melhor o seu corpo.

O aumento do metabolismo desses músculos faz com que haja uma maior irrigação sanguínea nessa região, aumentando também a sensibilidade e a lubrificação vaginal. A hipertrofia muscular torna o introito vaginal mais fechado, fazendo com que haja maior prazer durante a penetração.

Durante o orgasmo há uma contração desses músculos, portanto, a mulher que consegue contraí-los de maneira correta poderá chegar ao orgasmo com mais facilidade e ter orgasmos mais intensos, sendo capaz de ter orgasmos múltiplos.

A falta de relaxamento desses músculos pode tornar a penetração dolorida, o ensino do relaxamento perineal é recomendado nesses casos. Tenho um alto índice de sucesso no tratamento do vaginismo. As mulheres que sentem dor na volta das atividades sexuais, no pós-parto, também podem se beneficiar com os tratamentos.

sexualidade-feminina
sexualidade-feminina

Tipos de disfunções femininas masculinas:

  • Desejo: diminuição ou ausência de desejo sexual, fantasia sexual ou pensamento sexual
    • Aversão: ansiedade ou repúdio ao ato sexual
  • Excitação: diminuição ou ausência das repostas psicológicas ou fisiológicas que preparam o corpo para o ato sexual
    • Excitação persistente: resposta genital indesejada na ausência de desejo
  • Orgasmo: diminuição ou ausência de orgasmos; diminuição da intensidade dos orgasmos; dificuldade em atingir o orgasmo
  • Dispareunia: dor ou desconforto persistente ou recorrente durante a penetração vaginal
    • Vaginismo: persistente ou permanente dificuldade em permitir a introdução do pênis, ou qualquer outro objeto na vagina; embora haja desejo de fazê-lo